Sofia Ribeiro promove seminário sobre a justiça na cadeira alimentar na Feira Nacional de Agricultura em Santarém

A Eurodeputada Sofia Ribeiro defendeu, este fim-de-semana, em Santarém a necessidade de “garantir o equilíbrio e o bom funcionamento da cadeia de abastecimento alimentar, reforçando a posição dos agricultores e garantindo uma justa remuneração pelo seu trabalho”. A Eurodeputada do PSD/Açores falava no seminário intitulado “Como melhorar o posicionamento dos Agricultores na cadeia alimentar”, que organizou em conjunto com a Confederação de Agricultores de Portugal (CAP), no âmbito da edição deste ano da Feira Nacional de Agricultura, a mais importante feira agrícola nacional, que já vai na sua 54ª edição.

“Temos de proteger a base da cadeia alimentar e aqueles que são considerados os elos mais fracos da cadeia; temos de garantir que há uma distribuição justa das remunerações e de que não há um abuso de poder sobre os agricultores, nomeadamente através das práticas comerciais desleais”, começou por explicar a eurodeputada durante a sua intervenção. Sofia Ribeiro afirmou que “os produtores agrícolas não podem ser os culpados e as vítimas solitárias das variações do mercado, e não podem ser eles os únicos a pagar. Há que garantir uma cadeia alimentar solidária, quer quando a situação é positiva, mas ainda mais importante, quer quando a crise afeta o sector”.

De acordo com a deputada social-democrata existem, entre outras, duas formas possíveis para minimizar a questão: ”ou quando baixar o preço de um determinado produto, por questões de mercado, ele baixa proporcionalmente em toda a cadeia, ou então temos de arranjar mecanismos que possam, de uma forma equitativa, proteger o rendimento dos produtores, garantindo um mercado eficiente e saudável”.

Esta iniciativa contou com a presença do Presidente da CAP, do Ministro da Agricultura, de responsáveis do Ministério da Agricultura, deputados à Assembleia da Republica, bem como do Comissário Europeu da Agricultura, que através de mensagem de vídeo, recordou o que já foi feito pela Comissão até ao momento e reconheceu o enorme esforço e dedicação da Eurodeputada Sofia Ribeiro na defesa dos Agricultores dos Açores e do país em geral.

“Não podemos compactuar com práticas desleais; não devemos estar a discutir a forma de termos preços ainda mais baixos, mas sim como podemos promover e vender os produtos refletindo a sua qualidade no preço ao consumidor, garantindo a justa remuneração dos agricultores”, explicou a eurodeputada. “Não podemos prosseguir com pagamentos atrasados, vendas com perda, mudanças contratuais unilaterais, restrições de acesso aos mercados e desequilíbrios na distribuição de lucros”, explicou, acrescentando que, para isso, “a aposta deve recair no fortalecimento das organizações de produtores e nas organizações de negociação, tal como se prevê que sejam criadas na futura Política Agrícola Comum - PAC. Até lá, temos as organizações interprofissionais que podem muito bem desempenhar este papel. Formação, formação, formação. Não me tenho cansado de repetir isto. Produtores mais formados, com mais qualificações, terão mais acesso a informação, inovação, conhecimento, o que irá levar a uma melhoria do seu produto, da sua posição negocial e da sua actividade produtora.

“É por tudo o que acabei de referir com considero fundamental a existência de um enquadramento legal europeu, pois está mais que provado que não é com códigos de boas praticas, que apesar de importantes, vamos lá. Quem não infringe, não deve temer esta legislação, por isso não há qualquer razão para a não ter” tendo prosseguido “é indiscutível a qualidade do nosso sector agroalimentar e é imprescindível compreender que ele é um dos motores fundamentais da nossa economia. Só depois de compreendermos isto e de assumirmos o enorme esforço e dedicação dos nossos agricultores, é que conseguimos garantir justiça nesta relação entre os elos da cadeia alimentar, por vezes tão desequilibrados”, finalizou Sofia Ribeiro.

NOTA: Em caso de interesse, poderão encontrar o vídeo do Comissário Europeu da Agricultura aqui:

Preview:

http://ec.europa.eu/avservices/preview.cfm?ref=I140237&videolang=EN