Sofia Ribeiro defende remuneração justa para os pescadores

A Eurodeputada Sofia Ribeiro interveio ontem ao final da noite, no Parlamento Europeu, na sessão plenária em Estrasburgo, a defender os pescadores europeus da situação dramática por que estão a passar, tendo afirmado que “é inadmissível que os pescadores tragam cêntimos para casa, que a grande distribuição tenha grandes margens de lucro e que os consumidores paguem fortunas pelo peixe que consomem."

O debate decorreu numa altura em que a crise está a afectar sobremaneira o sector das pescas. Neste sentido, Sofia Ribeiro afirmou, perante a Comissão Europeia de que “os pescadores atravessam uma crise económica gravíssima e a Comissão Europeia tem de criar medidas e mecanismos de proteção do rendimento dos pescadores” tendo acrescentado que “estas têm de passar por quatro dimensões, nomeadamente a formação quer nas artes, quer na ciência para a valorização do pescado, em segundo lugar no reforço da posição dos pescadores na cadeia de valor, o que implica o reforço das organizações dos pescadores (terceiro ponto), e em quarto lugar, o reforço dos fundos de compensação salarial quando há uma interdição na pesca”. Relativamente a este último ponto, Sofia Ribeiro afirmou que “não me refiro ao existente relativo às paragens biológicas, mas sim às paragens por condições climáticas adversas, que considero fundamental, refiro-me às catástrofes ambientais e à contaminação por bio-toxinas”.

A finalizar as suas declarações, Sofia Ribeiro afirmou que “se estas medidas forem aplicadas nós teremos mais justiça social também na pesca”.