Cláudia Monteiro de Aguiar sentou à mesa Pioneiros da Economia Partilhada

Cláudia Monteiro de Aguiar juntou hoje, pela primeira vez, no Parlamento Europeu pioneiros da denominada Sharing-Economy para debater, em mesa redonda, os Desafios e as Oportunidades para o Sector do Turismo.

Além dos representantes da Uber, Airbnb, Bla Bla Car e Trip4real, estiveram também presentes membros da Comissão Europeia, responsáveis pela Direcção-Geral dos Transportes e do Turismo e do Crescimento, a Associação Europeia dos hotéis, dos guias turísticos, dos taxistas, e das agências de viagens, e representantes de distintas regiões Europeias, como França, Itália e Espanha.

Numa altura em que vários dos serviços prestados por estas start-ups da Economia Partilhada são postos em causa, a Deputada do PSD sublinha que “ este é o momento oportuno para discutirmos entre instituições europeias, o conceito e o modelo empresarial suportado pela economia-partilhada. Não podemos banir simplesmente este tipo de empreendedorismo, estes novos modelos de negócio sobretudo numa Europa que se pretende que seja uma verdadeira startup nation”. Cláudia Monteiro de Aguiar destacou ainda que “a revolução digital que hoje vivemos veio potenciar o desenvolvimento destas start-ups, consideradas disruptivas. O que é urgente, e é para isso que temos de trabalhar todos em conjunto, é que se encontre um enquadramento jurídico e legal que permita a coexistência das empresas tradicionais com estas novas plataformas e modelos de negócio.

No decorrer do debate, Portugal surgiu como um exemplo de vanguarda no caso da “liberalização do arrendamento de casa de particulares” mas há ainda outras questões que devem ser asseguradas nos diversos Estados-Membros. Cláudia Monteiro de Aguiar afirma que é necessário criar regulamentação proporcional que acomode estes serviços, tendo em conta as regras da concorrência, porque só assim podemos estimular a inovação, proteger os consumidores e o tecido empresarial.”

Numa altura em que a Comissão Europeia apresenta uma Estratégia para o Mercado Digital este é o primeiro debate realizado no Parlamento Europeu que pretende influenciar e apresentar medidas concretas a serem utilizadas pela Task Force da Economia Partilhada, criada no seio da Comissão Europeia.

Neste âmbito e segundo Cláudia Monteiro de Aguiar “ os contributos deste debate são uma mais-valia e serão enviados à Comissão Europeia, por escrito, num documento de iniciativa que force a aplicabilidade e as melhores práticas em cada Estado Membro”.

No final a Deputada Monteiro de Aguiar afirmou “que este debate serve para olharmos a Economia-Partilhada nos diversos sectores, desde mobilidade e transportes passando pelo turismo. Precisamos fazer a análise das oportunidades, que permite, o consumo mais sustentável, como também os benefícios reais que estes modelos disruptivos trazem às economias locais e aos cidadãos. É preciso debater e aprofundar esta temática da economia partilhada que é já um sector turístico que ronda os 40.000 M€